Login - Become a member

Grupos sociais numa vis da MC CANN ERICSSON

Forums home -> Resumes -> Grupos sociais numa vis da MC CANN ERICSSON

post reply

Grupos sociais numa vis da MC CANN ERICSSON 
By wanghuan on May 31, 2013 01:01 AM
GRUPOS SOCIAISA procura por uma identificao com algum ou alguma coisa uma tendncia natural do ser humano. Na terminologia padro, existem dois tipos bsicos de grupo social: grupo primrio e grupo secundrio. O primrio o grupo no qual os membros apresentam maior proximidade e contato, e lhes so repassados os valores essenciais, como: tica, justia, moral, noes de perigo etc. A famlia a principal representante desse grupo, mas podem ser tambm representados por amigos e vizinhos. Segundo Karsaklian (2004, p.101): O grupo primrio caracterizase pela existncia de christian louboutin uk laos afetivos e ntimos e pessoais que unem seus membros. So grupos secundrios: a igreja, a escola, o trabalho, o partido poltico, o sindicato e outros. O indivduo, quanto consumidor, est sempre motivado a buscar seu espao e sua realizao pessoal atravs de determinados tipos de consumo. "OS INTEGRADOS"


Aps discusses, baseadas no entendimento das aulas do Prof. louboutin uk Christian Avesque, conseguiuse relacionar alguns dos aspectos do grupo social dos Integrados e identificouse suas principais caractersticas. A pessoa que pertence ao grupo dos integrados, como o nome mesmo diz, quer dizer que ela est integrada ao sistema capitalista , atualmente preponderante no mundo. Possuem carter individualista e grande senso de oportunidade, bem como, tambm, bastante determinao e perseverana. Esto sempre focados na obteno de dinheiro e na elevao do seu status. Querem vencer, liderar e ascender sempre. Tambm, nem todo rico um integrado. Existem alguns aristocratas ricos e ricos emergentes, por exemplo, que no sentem a necessidade de ostentar sua riqueza e sua posio social. Portanto, podese dizer que o integrado est dentro das vrias classes sociais, sendo muito mais freqentes e mais facilmente identificados, nas classes: Altas (ricos aristocratas, donos de grandes empresas, executivos bem sucedidos, mdicos, juzes, advogados renomados, promotores, donos de grandes fazendas e outros); e mdias (donos de mdias e pequenas empresas, contadores, advogados, bancrios, corretores de seguro, funcionrios pblicos e outros). importante salientar que, o estilo de vida de quem est numa escala de riqueza mais alta sempre copiado pelas demais que a antecedem.


No consumo, os integrados so extremamente exigentes quanto ao produto e ao atendimento, no comprando somente pela qualidade dos materiais, mas, muito mais pela simbologia de status e poder que os envolve. Por esse motivo, esto sempre em busca do reconhecimento e notoriedade, pelo consumo de luxo e de grandes marcas. Recorrem ao consumo de marcas famosas, como forma de se mostrarem pertencentes a um grupo seleto, que poucos participam. Neste sentido, fazem de sua vida um espetculo, onde exibem constantemente sua condio privilegiada, e representam um papel de senhores de tudo. Fazem christian louboutin outlet uk da vida social o grande palco, onde a estrela maior consumo de produtos com muitos atributos concretos e simblicos. Esses louboutin outlet uk produtos podem ser carros, casas bonitas, casas de campo ou de praia, eletrnicos e eletrodomsticos de ltima gerao, artigos de moda diferenciados, acessrios de luxo, e, quando muito ricos, jatinhos, elicpteros, iates e lanchasCarro na vida de um integrado imprescindvel. O integrado est atento s tendncias da moda, e paga caro para acompanhlas, sobretudo o pblico feminino. Exigem qualidade e, se possvel, exclusividade. Querem o que tiver de melhor em sade, segurana, alimentao, viagens, hospedagem, servios de bar e restaurante, boites, escolas, faculdades etc. Administrao de Marketing. Comportamento do consumidor. 2. Ed.


Est em cheap christian louboutin shoes uk cartaz nos cinemas brasileiras o to aguardado filme sobre Renato Russo e o comeo da Legio Urbana. "Somos to jovens" dirigido por Antonio Carlos Fontoura.


Braslia, 1973. Renato (Thiago Mendona) acabou de se mudar com a famlia para a cidade, vindo do Rio de Janeiro. Na poca ele sofria de uma doena ssea rara, a epifisilise, que o deixou numa cadeira de rodas aps passar por uma cirurgia. Obrigado a permanecer em casa, aos poucos ele passou a se interessar por msica. F do punk rock, Renato comea a se envolver com o cenrio musical de Braslia aps melhorar dos problemas de sade. quando ajuda a fundar a banda Aborto Eltrico e, posteriormente, a Legio Urbana.
Reply with quote

post reply

Page 1 of 1 Go to page: 1
Subscribe to RSS
Follow us on Twitter

 

Copyright © 1996-2010 Raphael Benedet - Contact Us